Blog

Saiba tudo sobre a NR 35 (Norma Regulamentadora de Trabalho em Altura)

17/06/2019

A NR 35 é uma norma destinada a gestão de Segurança e Saúde no trabalho em altura, estabelecendo requisitos para proteção dos trabalhadores aos riscos em trabalhos com diferenças de níveis, nos aspectos da prevenção dos riscos de queda.  A norma estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores.

 

O termo “mínimos” denota a intenção de regulamentar o menor grau de exigibilidade, passível de auditoria e punibilidade, no universo de medidas de controle e sistemas preventivos possíveis de aplicação, e que, consequentemente, há muito mais a ser estudado, planejado e implantado.

 

A redação estende o conceito de garantia em segurança e saúde a todos os trabalhadores envolvidos, assegurando-lhes o direito à segurança e à saúde quando houver intervenções do trabalhador com interferência direta ou indireta em serviços em altura. Entende-se como trabalhadores indiretamente envolvidos aqueles que, não atuando com diferença de níveis, estão no entorno das atividades, sujeitos aos riscos relativos ao trabalho em altura.

 

Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda.

 

Adotou-se esta altura como referência por ser diferença de nível consagrada em várias normas, inclusive internacionais. Facilita a compreensão e aplicabilidade, eliminando dúvidas de interpretação da Norma e as medidas de proteção que deverão ser implantadas.

 

Trabalho em altura é, portanto, qualquer trabalho executado com diferença de nível superior a 2,0 m (dois metros) da superfície de referência e que ofereça risco de queda. As atividades de acesso e a saída do trabalhador deste local também deverão respeitar e atender esta norma.

 

Todas as atividades com risco para os trabalhadores devem ser precedidas de análise e o trabalhador deve ser informado sobre estes riscos e sobre as medidas de proteção implantadas pela empresa, conforme estabelece a NR1. O disposto na NR35 não significa que não deverão ser adotadas medidas para eliminar, reduzir ou neutralizar os riscos nos trabalhos realizados em altura igual ou inferior a 2,0m.

 

A Norma não exclui a aplicabilidade de outras Normas Regulamentadoras e, na ausência ou inexistência destas se complementa com as normas técnicas nacionais ou internacionais sobre o tema. Nas lacunas da NR35 devemos buscar os dispositivos aplicáveis ao trabalho em altura nas demais normas regulamentadoras, normas técnicas nacionais ou normas internacionais.

 

Todas as empresas que executem atividades rotineiras envolvendo trabalho em altura, entendidas como aqueles habituais, independente da frequência, que fazem parte dos processos de trabalho da empresa, devem desenvolver procedimentos operacionais contemplando as mesmas.

 

O procedimento operacional deve ser documentado, divulgado, conhecido, entendido e cumprido por todos os trabalhadores e demais pessoas envolvidas e atender ao disposto no item 35.4.6.1.

 

A avaliação prévia dos serviços é uma prática para a identificação e antecipação dos eventos.

 

Indesejáveis e acidentes, não passíveis de previsão nas análises de risco realizadas ou não considerados nos procedimentos elaborados, em função de situações específicas daquele local, condição ou serviço que foge à normalidade ou previsibilidade de ocorrência.

 

A avaliação prévia deve ser realizada no local do serviço pelo trabalhador ou equipe de trabalho, considerando as boas práticas de segurança e saúde no trabalho, possibilitando:

 

• Equalizar o entendimento de todos, dirimindo eventuais dúvidas, proporcionando o emprego de práticas seguras de trabalho;

 

• Identificar e alertar acerca de possíveis riscos, não previstos na Análise de Risco e nos procedimentos;

 

• Discutir a divisão de tarefas e responsabilidades;

 

• Identificar a necessidade de revisão dos procedimentos.

 

Embora não necessariamente na forma escrita, o empregador deve proporcionar mecanismos para assegurar a sua realização.

 

Conheça alguns dos itens fundamentais para analisar os riscos inerentes ao trabalho em altura e aplicar a norma:

 

O trabalhador deve ser treinado a conhecer e interpretar as análises de risco, podendo contribuir para o aprimoramento das mesmas, assim como identificar as possíveis condições impeditivas à realização dos serviços durante a execução do trabalho em altura.

 

São consideradas condições impeditivas as situações que impeçam a realização ou continuidade do serviço que possam colocar em risco a saúde ou a integridade física do trabalhador:

 

a) Riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;

 

b) Sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;

 

O treinamento deve compreender o conhecimento teórico e prático da utilização dos equipamentos de proteção coletiva aplicáveis às atividades em altura que o trabalhador irá desenvolver e suas limitações de uso.

 

c) Equipamentos de proteção individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso;

 

O treinamento deve compreender o conhecimento teórico e prático da utilização dos equipamentos de proteção individual aplicáveis às atividades em altura que o trabalhador irá desenvolver e suas limitações de uso.

 

d) Acidentes típicos em trabalhos em altura;

 

São os acidentes mais comuns e os acidentes específicos relacionados ao ramo de atividade da empresa e ao tipo de atividade que o trabalhador exerce.

 

e) Condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

 

A Prokline tem convicção que trabalhos em altura é para profissionais. Por isso, possuímos uma equipe altamente capacitada para o desenvolvimento e instalação em linhas de vida.

 

Prokline é 360º! A certeza que você e sua empresa podem ficar tranquilas com todos os detalhes do projeto. Garantia de segurança que a linha de vida oferece.

 

Quer saber mais sobre as nossas soluções de trabalho em altura? Fale com nosso time de especialistas.

 

(11) 2508.9909 | (54) 3226.1556 | contato@prokline.com.br

Rua Wilson Drago Fantinel, Nº 357, B. Cidade Nova | Caxias do Sul